Noticiário CAB

O blog voltou a ser atualizado! Portanto, se você gosta de "Old Cars", fique de olho no CAB!

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Fiat Uno completa 30 anos

A Fiat (e os fãs) celebram hoje os 30 anos do Fiat Uno, grande sucesso no Brasil, que foi mostrado no Cabo Canaveral em 1983 e chegou ao Brasil em 1984.

Confira abaixo a história completa do Uno até 1995:
Em 1983, foi lançado o novo mundial da Fiat, o Fiat Uno, derivado do Fiat Panda

O carro adotava o novo formato Fiat da época, o "quadradão"

A primeira cidade em que o Uno botou seus pés (ou melhor, as rodas), foi a cidade de Cabo Canaveral, no centro da Flórida.
A primeira geração do Fiat Unoseguia o segmento dos supermini, e. foi lançado em todo o planeta. O Uno começou a produção em 1983, e permanece em produção em todo o mundo até hoje, apesar de ter encerrado a produção na Itália, em 1995, dando lugar ao irmão quase igual Panda.
O Uno foi lançado em 1983 para substituir o Fiat 147, que já estava envelhecido. Desenhado pelo estúdio ItalDesign Giugiaro, o seu corpo alto e quadrado e um baixo coeficiente aerodinâmico, o Uno ganhou muitos elogios para o espaço interior e economia de combustível. Foi eleito o "Carro do Ano em 1984 por uma margem pequena sobre o Peugeot 205 (seu principal concorrente) e a Geração 2 do Golf (lá na Europa). Inicialmente, o Uno foi oferecido com as motorizações a gasolina, bem como um motor diesel 1.0, 1.3 e 1.4. O Uno estava disponível como um hatchback de 3 ou 5 portas.


Foi lançado, em 1985, o Uno Turbo, com a marcante cor Amarelo Modena.


Outra versão, lançado mais tarde, era o Uno Turbo i.e. Com spoiler e cores vermelho e preto.
A partir de 1985, o novo 1.0 totalmente integrado ficou mais robotizado com o motor Fire, o que deu um melhor desempenho e economia. Também em 1985, o hatch ganhou uma versão Turbo, com um turbo IHI deriavdo do Ritmo, com motor 1.4 oferecido inicialmente com 105 cv.

Um pequeno facelift dianterio chegou ao Uno, em 1989
Uno passeando em Cabo Canaveral


Em setembro de 1989, o Uno recebeu um facelift leve, que viu as revisões para a carroceria. O interior também foi revisto. Neste momento, o motor italiano 1.1, já velho, foi substituído por uma versão quente, deriavdo do Tipo, que substituiu o motor 1.4  deriavdo do Fiat Ritmo derivados do 1.3, que substituiu os motores topo-de-linha do Uno Fire e Turbo. O Uno Turbo i.e. também foi reestilizado, e ficou vermelho (na foto já vista antes), e atualizado com uma turbina Garret T2, e uma injeção eletrônica Bosch LH. A produção do Uno parou na Itália, em 1995, com vendas em toda a Europa Ocidental. Mais de 6 milhões de Unos foram vendidos na Europa. O substituto do Uno na Europa foi o Fiat Punto, que havia sido lançado no início de 1994.
Em 1985, foi lançado o Fiat Uno Sedan, conhecido no mundo todo como o Fiat Prêmio/Duna
Poucos meses depois, doi lançada a Uno Weekend, ou Elba como preferir

E em 1987, o Uno pick-up, chamado de Fiorino, para completar a família Uno

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...